De quanto exercício um cachorro precisa todos os dias?

De quanto exercício um cachorro precisa todos os dias?

Geralmente quando falamos em exercícios, estamos nos referindo a atividades essenciais para manter nossa saúde física e mental.

E para os cães isso é igualmente verdadeiro.

Um cachorro sedentário pode desenvolver problemas graves de comportamento, ansiedade e depressão.

Porque cães são animais de trabalho, que em seu habitat natural se mantém ocupado todo o tempo.

E como fomos nós que resolvemos domesticá-los...

...é nossa responsabilidade cuidar para que eles tenham essa necessidade atendida quando vivem entre quatro paredes.

Mas de quanto exercício um cachorro realmente precisa?

Como nas pessoas, a resposta para essa pergunta varia de cão para cão, dependendo da idade, saúde e raça.

Mas existem algumas diretrizes que você pode seguir para garantir que seu cão esteja fazendo todo o exercício necessário.

Leia esse artigo até o final e garanta uma vida mais saudável para o seu melhor amigo (e uma vida mais tranquila pra você!).

#1. Exercícios para um filhote

Você deve ter notado que seu filhote fica elétrico várias vezes ao dia.

Esses momentos são facilmente identificados quando ele dá corridas loucas pela casa, seguidas geralmente de uma “apagada”, de preferência no seu colo.

Os filhotes geralmente têm mais energia do que os cães adultos e, portanto, exigem mais exercícios em rajadas curtas.

Como os filhotes estão em constante crescimento, incluir várias caminhadas curtas ou sessões de brincadeira ao longo do dia é uma escolha mais segura que fazer uma caminhada muito longa, pois isso pode ser muito difícil para o corpo em desenvolvimento do filhote.

Por fim, cada filhote é diferente, e quanto mais tempo você passa com ele, mais aprenderá sobre quanto exercício ele precisa para estar feliz - e deixar você em paz!

Converse com seu veterinário ou criador sobre quanta atividade diária é apropriada para seu filhote, e não esqueça que o exercício é uma ótima maneira de treinar e socializar seu novo cão.

#2. Exercícios para um cachorro adulto

A raça do seu cão influencia fortemente o nível de atividade física de que ele precisa.

Raças de alta energia, como Border Collies, exigem muito mais exercício do que raças de baixa energia, como o Bulldog ou Basset.

Tenha em mente quanto exercício um cão vai precisar antes de escolher um filhote. 

Não é uma boa idéia comprar uma raça ativa, a menos que você já tenha um estilo de vida ativo, e não é realista esperar que seu Bulldog se junte a você para um treinamento de maratona - a menos que você o leve em um carrinho.

A saúde do seu cão também é importante.

Se o seu cão adulto tiver uma condição médica, como displasia, problemas cardíacos ou respiratórios, converse com seu veterinário sobre uma rotina de exercícios apropriada que o ajudará a se manter saudável sem causar desconforto.

#3. Exercícios para um cachorro sênior

Seu cão mais velho pode não ser capaz de correr tão longe quanto antes, e você pode ter que restringi-lo a passeios mais curtos.

Converse com seu veterinário sobre exercitar seu cão sênior e também observe o comportamento dele.

Como proprietário, você conhece melhor o seu cão e é o melhor juiz de quanto exercício seu cão pode suportar confortavelmente.

O exercício fornece a todos os cães estímulo mental e os mantém ativos, o que pode ajudar a prolongar sua vida e reduzir o risco de obesidade.

#4. Dicas de exercícios para cachorro

“De quanto exercício meu cachorro precisa todos os dias?” é frequentemente a primeira pergunta que os donos fazem.

A segunda (e uma dúvida frequente em donos de cães com mais energia) é "Como eu exercito esse cachorro?"

Levar seu cão para passear no quarteirão é um ótimo começo, e pode ser suficiente para raças com menor necessidade de exercício.

Mesmo aqueles cães preguiçosos apreciam um passeio de vez em quando, e existem inúmeras oportunidades para exercitar seu cão no dia a dia.

Caminhadas: Os cães adoram o ar livre tanto quanto você. Leve o seu cão na sua próxima aventura ou explore alguns novos parques e trilhas na sua área. Se as caminhadas são desconfortáveis porque seu cachorro puxa muito, experimente mostrar como ele deve se comportar usando esses passos.

Acompanhando você quando você anda de bicicleta:  Embora não seja apropriado para todos os cães, muitos cães acompanham seus proprietários quando montam. Andar de bicicleta na estrada é perigoso, procure ciclovias onde seu cão pode acompanhá-lo com segurança.

Juntando-se aos skatistas: Se você patina ou anda de skate, seu cão pode acompanhá-lo. Certifique-se de andar de skate em uma área fechada primeiro, enquanto treina seu cão para esta nova atividade, e sempre use equipamentos de segurança adequados.

Natação: A maioria dos cães adora a água, e a natação é ótima para cães com problemas nas articulações, pois fornece exercícios de baixo impacto. Aposte em um colete salva-vidas para ajudar seu cão a ficar na água por mais tempo.

Buscar: Buscar não precisa ser chato. Agite a rotina de busca do seu cão fazendo-o pular para recuperar uma bola no ar, ou jogando ela na água. Alterne entre bolas, frisbees ou outros brinquedos premiados com petiscos para manter seu cão no clima por mais tempo.

Obediência: O trabalho de obediência pode não parecer exercício à primeira vista, mas praticar comandos básicos oferece estímulo mental (e eles são igualmente importantes!).

Esportes: Com tantos esportes caninos para você escolher, você e seu cão podem experimentar uma variedade de atividades diferentes. Agility e flyball são os mais comuns, e profissionais nessas áreas são facilmente encontrados.

Garanta seu Guia Educativo:

Acabe com os puxões de uma forma simples e eficaz. Esse passo a passo foi feito para qualquer pessoa alcançar resultados. Cadastre-se abaixo e receba por e-mail.

Copyright (C) Ruff Ruff
Todos os direitos reservados.
CNPJ: 
23.869.451/0001-65